bolhas

Fazia uns bons meses que eu não dava sorrisos e abraços tão sinceros, e eu dei. Fazia uns bons meses que eu não pensava mais em bolhas de sabão e passeios ao entardecer, e eu pensei. Fazia mais tempo ainda que eu não sentia meu coração com aquele calorzinho bom de coisas alegres e leves e bonitas, e eu senti.

Não entendo como você me encontrou naquele mar de gente, e como te encontrei no meio de um milhão. Não entendo as coisas que eu sinto. De novo eu tenho vontade de me desarmar, deitar no teu ombro e deixar tu mexer no meu cabelo. Ouvir Beatles. Viajar, conhecer, compartilhar, estar junto, estar ao lado, acordar do lado.

As coisas boas parecem melhores assim, uma das partes mais lindas da minha vida. Se eu pudesse, guardava nossos momentos em uma caixinha e quando desse muita saudade, eu entrava lá pra reviver contigo. Pena que essa é mais uma estrada de mão única.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s