bilhete qualquer

Veste o mesmo moletom velho, pega a mochila e vai pra escola. Numa segunda qualquer, começo de uma semana qualquer. No meio do caminho, encontra um bilhete escrito “Declare hoje o seu amor”. Aos dezessete, não é uma coisa fácil. Nem aos vinte e um. Nem, pelo que dizem, aos quarenta e poucos. Como não é fácil e como não é um bilhete achado na rua que dita as regras da vida, Daiana continuou amando em silêncio. Anos se passaram, as coisas mudaram, Daiana se formou Engenheira Civil e o bilhete continuou guardado na bolsa. Ela sempre pensou que precisava declarar seu amor para alguém. Mas um dia Daiana mudou e resolveu declarar amor próprio. Foi aí que tudo mudou.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s