distância

Aquelas pessoas que entram na nossa vida do nada. Que se preocupam quando a gente não ri. Que conhecem teu jeito de escrever e deduzem o teu estado de espírito a partir disso. Que xingam quando precisa, que acalmam, que compreendem. Aquelas pessoas que a gente nem acredita que existam. Que te abraçam mesmo a 30 ou a 300 quilômetros de distância, que exigem que tu almoce e obrigam a compartilhar as coisas que te deixam triste, pra depois te obrigarem a assistir pelo menos dois minutos de um documentário sobre o riso. Que perguntam se a gente tá melhor, que mandam mensagem de surpresa, que mandam músicas incríveis, que são incríveis.

Não prometem nada, mas cumprem até o que não foi dito. Não precisam estar perto, estão do lado de dentro. Separam o drama do sério, cuidam de ti. Se importam com tua felicidade, mesmo que ela seja difícil. Mesmo que tu seja difícil.

Acredite, pessoas assim existem e eu volta e meia tenho o descuido, ou melhor, a sorte de deixar algumas delas entrarem na minha vida. Sorrisos sinceros, afeto e vontade de viajar.

Anúncios

3 thoughts on “distância”

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s