não sou o gás desse balão

Não, não sou eu quem vai encher esse balão e fazer ele sair voando por aí. Não, nem que seja pra procurar um dia mais feliz. Também não sou o coringa que vai fazer seu jogo ser uma canastra, ou o último par de canudinhos no balcão da rodoviária. Não sou o sol que ainda brilha pra você e nunca consegui ser mais que essa mistura de coisas.

Preocupo em ser mesmo que meia laranja, talvez algumas laranjas ainda esperem por pedaços. Nunca acreditei mesmo nessa história de pessoas encontrarem suas metades.
Todo mundo é, ou já foi, um inteiro. Todo mundo é ou um dia será metade.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s