solfejos sobre o sentir

teve um momento, talvez uma pequena fração de segundo, um piscar de olhos? não sei, sei que houve um momento em que me invadi de uma convicção multicor de que tudo se transformaria numa bonita história de nós dois. juntos. mas não foi assim, pelo menos até este lugar, até este tempo, até esta sensação – até este agora e os agoras próximos que se seguem nessa xícara de café morno e parágrafos reescritos.

o amor, pra mim, parece hoje um produto manipulado pela indústria farmacêutica. primeiro me dói, depois me cura – pra doer de novo; aí me embriaga e deixa zonza, apoiada sobre a falsa sensação de felicidade sobre nuvens, sigo com ele até me percebo com a cara no chão. mais uma vez. quando foi que isso pareceu uma boa ideia de novo? às vezes as segundas chances servem pra errarmos mais uma vez.

se as pequenas tentativas de se aproximar do amor doem desse tanto, que encho duas mãos de dor – e não é como se fosse areia que vai escorrendo entre os dedos; é uma dor pesada – como será mergulhar nele de novo, de forma recíproca, quando a dor até carregamos, mas ela pesa de um jeito diferente: pesa de um jeito de querermos ficar pra sempre nesse sentimento, morarmos numa sensação, num toque, num cheiro, no som dos passos do amor chegando, carregado nos gestos de outra pessoa.


o coração parece vidro temperado quando quebra, partido em centenas de pequenas memórias, detalhes e nuances de coisas que, às vezes, nem aconteceram.. mas queremos.

sigo em processo de reabilitação, quero me curar do vício que é dar lugar a essa paixão; passou feito ventania: só sobrou sentimento, bagunça, transtorno. não quero mais.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s